Prepare-se!!!

setembro 19, 2012

Uma questão fundamental é que o digital fica registrado para sempre. E coisas ditas anos atrás podem ser facilmente encontradas e voltarem a assombrá-lo. Stuart McLennan, candidato às eleições do Partido Trabalhista britânico, foi forçado a renunciar por causa de suas mensagens no Twitter; algumas delas tinham sido escritas quando ele ainda era um estudante. O que pode ter sido uma brincadeira engraçada entre colegas da faculdade tornou-se bem mais sério um ano depois, quando ele era candidato ao parlamento: “Na fila do correio. Gigantesca. Deve ser dia de pagamento da aposentadoria. Bando de velhos fazendo hora extra na Terra”. Isso não é nada engraçado quando os “velhos fazendo hora extra na Terra” tornam se os eleitores idosos.

O mesmo vale para “Johnnie Walker Red Label é tão ruim que não vende nem na Escócia”, pois a indústria de uísque é uma importante empregadora do potencial eleitorado.

 

Nas mídias digitais e sociais, os comentários podem durar para sempre.

 

Pessoas são pessoas e vamos continuar a cometer erros e gafes. Provavelmente, o conselho mais importante é que, se você cometer um erro, admita-o imediatamente. O estilista de roupas e calçados Kenneth Cole twittou uma mensagem extremamente inadequada, sugerindo que a agitação no Egito havia sido causada pelas pessoas que tentavam botar as mãos em sua nova coleção de primavera. Isso provocou uma reação furiosa imediata, inicialmente no Twitter e depois em todos os principais meios de comunicação. Mas Cole, num gesto louvável, imediatamente afastou as especulações de que um funcionário teria sido responsável, admitiu a autoria e desculpou-se. O mundo mudou.

Se hoje há um pequeno problema local, você deve supor que ele vai aumentar e se tornar global, em instantes. O lema dos escoteiros, “esteja preparado”, é um ótimo conselho para o líder empresarial de hoje. Você deve supor que não haverá tempo para formular planos sobre como lidar com problemas depois que eles surgirem. Anteveja-os e planeje como você vai reagir se eles acontecerem de fato. E, se ocorrer algo que você não esperava, tente se antecipar. Seja o primeiro a comentar. Pelo menos, a conversa pode começar em seus termos e você ficará com o mérito por ser franco e honesto.

A velocidade e a reação da empresa e de seus funcionários são extremamente importantes. Às vezes, os funcionários relutam em se envolver nas mídias sociais por causa de seus empregadores.

Em parte, isso ocorre porque muitas vezes eles não se sentem seguros sobre o que devem ou não falar, e o que poderia acontecer se dissessem algo errado. Então ninguém se manifesta – essa é a pior coisa que pode acontecer. Ao demorar muito para agir, e isso pode significar uma pequena hesitação, você dá margem para que as coisas adquiram maior proporção, muitas vezes desnecessariamente.

Fonte: livro “Empresas que cuidam prosperam – Por que negócios que praticam o bem são os melhores negócios”, de David Jones – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Saiba mais sobre o livro! 

Anúncios

Algumas dicas para uma boa apresentação pessoal, seja por meio de currículo seja durante uma entrevista

maio 5, 2011

• Seja original.  Abandone o currículo que você utiliza, principalmente se ele está baseado em modelos encontrados em sites da internet.  Utilizar currículos em forma de formulários, normalmente comprados em papelarias, é jogar dinheiro e tempo no lixo. Não cometa esse pecado!

• Seja objetivo. Resuma ao máximo o que pretende dizer, mas não se sinta pressionado a ficar em silêncio ou a escrever todo o currículo em apenas uma página. Se para contar a sua trajetória forem necessários mais tempo e páginas, utilize-os sem preocupação, mas sempre com objetividade.

• Seja contemporâneo. Não exagere no estilo das roupas, nem tente mostrar estilo de vanguarda. Se você gosta de tatuagens e tem orgulho de mostrá‑las o tempo todo, certifique‑se de que não está tentando arrumar emprego em um escritório de advocacia ou em um banco.  No caso do currículo, lembre‑se de que ele é um documento sóbrio. Portanto, nada de desenhos, gravuras, ilustrações, molduras, bordas, fadinhas, sinos, mensagens religiosas etc.

• Seja encontrado. No currículo, coloque em lugar de destaque seu nome, endereço, e‑mail, telefones e endereços de blogs, twitter e perfis em sites de redes sociais. Não se preocupe em divulgar esses perfis, pois eles serão encontrados de qualquer forma.

• Seja conectado. Ter intimidade com a tecnologia é uma característica de todo jovem profissional, por isso não há por que apresentar os conhecimentos no pacote “Microsoft Office”, “Windows” e “internet” como qualificação especial.  Só devem ser mencionados os conhecimentos específicos no uso de algum software se ele realmente for diferenciado e se você estiver concorrendo a uma vaga que exija essa qualificação.

• Seja coerente. Tenha certeza de que sua vida virtual será acessada. Por isso, muita atenção ao que publica em seus perfis em redes sociais. Não adianta apresentar‑se na entrevista como uma pessoa discreta e reservada, enquanto tem publicadas em seu perfil fotos em que você realiza performances acrobáticas com bebidas ou atua como personagem principal em baladas e festas.

• Seja maduro. Não dá para acreditar na seriedade de alguém que utiliza um endereço de e‑mail do tipo “badboy12@mail.com” ou “gatamimosa21@mail.com”. Tudo o que se publica na internet recebe o status de domínio público.  O conselho parece redundante, mas vale lembrar: se quer que algum aspecto de sua vida pessoal seja mantido de forma privada, então não publique, não a torne virtual.

• Seja verdadeiro. Em essência, o avaliador tem o interesse de identificar a pessoa correta para a posição certa, por isso mentir ou exagerar em qualificações. Se algum fato precisar ser comprovado e ele for falso, seu conceito receberá a pior avaliação possível, que é a de falta de caráter. Para isso, não há solução nem emprego.

Fonte: trecho do livro “Geração Y – Ser potencial ou ser talento? Faça por merecer”, de Sidnei Oliveira – Integrare Editora


%d blogueiros gostam disto: