Um mito em relação a liderança: Um líder tem que ser carismático (por Cesar Souza)

março 18, 2015

Liderança não é sinônimo de carisma, nem de falar bem, muito menos de extroversão e simpatia. São crenças improcedentes. Se uma pessoa tem carisma, ótimo, isso facilita o exercício da liderança. Mas, se não tem, não está impedida de liderar. O carisma pode até alavancar o líder, mas não substitui outras formas necessárias. O líder eficaz precisa ter conteúdo. Afinal de contas, “saco vazio não para em pé por muito tempo”. Pois é, líder vazio, só cheio de carisma, tem um prazo de validade limitado.

Lembro‑me dos inúmeros lideres competentes, nos quatro continentes, cujo grau de carisma não é muito elevado. Mas isso não os impediu de exercer a liderança de forma eficaz. Até pessoas tímidas podem ser lideres eficazes quando sabem construir com suas equipes o rumo a seguir, têm coragem para tomar decisões difíceis e cercam-se de profissionais que os complementam, inclusive para compensar seu baixo nível de carisma quando as circunstâncias exigem. Ah, quanta gente perde a chance de exercer liderança porque se julga tímida e pouco carismática… Precisamos fugir dessa armadilha mental!

INSTA_18_03_2015_A Neoempresa_Cesar Souza_Integrare_Edit

Fonte: livro “A NeoEmpresa – o futuro da sua carreira e dos negócios no mundo em reconfiguração”, de César Souza – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!

Anúncios

MITO: líder é aquele que forma seguidores! Por César Souza

julho 3, 2014

Os filmes de Hollywood e boa parte da literatura cravaram na nossa memória uma imagem, intensificada a partir da Segunda Guerra Mundial, sobre o que significa liderar: uma pessoa andando na frente com uma legião de seguidores atrás, ou alguém discursando diante de entusiasmada plateia.

Esses heróis se tornaram o símbolo do modelo mental da Era do Comando, o paradigma de liderança e gestão das últimas cinco décadas.

Pois bem, após essa jornada chego à conclusão de que o verdadeiro líder não é necessariamente quem tem gente atrás de si, mas quem tem gente em torno de si. Esse é o “Líder 2.0”, aquele que constrói o futuro com sua equipe, em vez de simplesmente comandá‑la.

 

Post_FB_30_06_FB_NEOEMPRESA

 

Fonte: livro “A NeoEmpresa – O futuro da sua carreira e dos negócios no mundo em reconfiguração”, De César Souza. Integrare Editora

 

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Saiba mais sobre o livro!


Algumas atitudes fundamentais para manter um ambiente de trabalho produtivo… por César Souza

abril 24, 2014

FOCO e DETERMINAÇÃO

Devemos saber definir claramente as prioridades e hierarquizar as ações, ou seja, ter foco.

Não significa fazer uma coisa de cada vez, pois no mundo atual essa não é uma atitude vencedora. A realidade requer pessoas multifocadas. Porém, como o mundo está cada vez mais fragmentado e oferece múltiplos estímulos, corremos o risco de dispensar nossos objetivos e de empreender esforços na direção errada. Para surpreender pelos resultados é necessário ter muita disciplina, concentração e determinação.

Significa não joga a toalha nunca.

Pessoas perseverantes superam obstáculos, por mais intransponíveis que pareçam. Os verdadeiros líderes são resilientes, mesmo tendo de lutar contra seus medos para transpor momentos difíceis, inesperados e indesejados.

 

Imagem

 

Fonte: livro “A NeoEmpresa – O futuro da sua carreira e dos negócios no mundo em reconfiguração”, de César Souza – Integrare Editora

 

Saiba mais sobre o livro!

 

 


Algumas atitudes fundamentais para manter um ambiente de trabalho produtivo… por César Souza

outubro 30, 2013

FOCO e DETERMINAÇÃO

Devemos saber definir claramente as prioridades e hierarquizar as ações, ou seja, ter foco.

Não significa fazer uma coisa de cada vez, pois no mundo atual essa não é uma atitude vencedora. A realidade requer pessoas multifocadas. Porém, como o mundo está cada vez mais fragmentado e oferece múltiplos estímulos, corremos o risco de dispensar nossos objetivos e de empreender esforços na direção errada. Para surpreender pelos resultados é necessário ter muita disciplina, concentração e determinação.

Significa não joga a toalha nunca.

Pessoas perseverantes superam obstáculos, por mais intransponíveis que pareçam. Os verdadeiros líderes são resilientes, mesmo tendo de lutar contra seus medos para transpor momentos difíceis, inesperados e indesejados.

Imagem

Fonte: livro “A NeoEmpresa – O futuro da sua carreira e dos negócios no mundo em reconfiguração”, de César Souza – Integrare Editora

 

Saiba mais sobre o livro!


MITO: a liderança é inata!… Por César Souza

julho 31, 2013

A crença de que liderança vem do berço precisa ser vigorosamente combatida. Não há evidência de que seja verdadeira. No início da minha carreira, eu acreditava nisso, mas as experiências que fui colecionando ao longo da vida profissional me fizeram ver o quanto essa crença é infundada. Ninguém nasce líder. Uma pessoa pode aprender a ser líder.

Infelizmente, a crença de que a liderança é inata conduz a inúmeros erros na hora de selecionar candidatos, promover profissionais, escolher parceiros, educar filhos, relacionar‑se com alunos.

Lembrei‑me de vários exemplos do mundo real. Fechei os olhos por alguns segundos, pensei nos filhos de poderosos líderes políticos, empresários e celebridades e tentei enumerar quantos deles têm sido exemplo de competência. O saldo foi bastante pobre. Eles são mais exceções que a regra.

Felizmente, para a Humanidade, o “DNA de líder” não existe. Nenhuma das características que tornam um líder eficaz pode ser transmitida geneticamente. Ainda bem que não é possível clonar líderes feitos à imagem e semelhança de antecedentes nem de outros líderes que possam servir como “modelo”. Cheguei a sentir um calafrio ao cogitar a possibilidade de o DNA de líderes do mal ser injetado em cobaias humanas.

Imagem

Fonte: livro “A NeoEmpresa – O futuro da sua carreira e dos negócios no mundo em reconfiguração”, de César Souza – Integrare Editora

 

Saiba mais sobre o livro!


MITO: líder é aquele que forma seguidores

outubro 3, 2012

          Os filmes de Hollywood e boa parte da literatura cravaram na nossa memória uma imagem, intensificada a partir da Segunda Guerra Mundial, sobre o que significa liderar: uma pessoa andando na frente com uma legião de seguidores atrás, ou alguém discursando diante de entusiasmada plateia.

Esses heróis se tornaram o símbolo do modelo mental da Era do Comando, o paradigma de liderança e gestão das últimas cinco décadas.

Pois bem, após essa jornada chego à conclusão de que o verdadeiro líder não é necessariamente quem tem gente atrás de si, mas quem tem gente em torno de si. Esse é o “Líder 2.0”, aquele que constrói o futuro com sua equipe, em vez de simplesmente comandá‑la.

 

 

Fonte: livro “A NeoEmpresa – O futuro da sua carreira e dos negócios no mundo em reconfiguração”, de César Souza – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Saiba mais sobre o livro!

 


O novo líder: de “construtor de paredes” para “construtor de pontes”

agosto 27, 2012

Um dos princípios da era do Management que está sendo substituído por novas práitcas que caracterizam a gestão de pessoas na NeoEmpresa é substituição do Líder contrutor de paredes, para o Líder construtor de pontes.

No passado, os líderes competentes eram verdadeiros “construtores de paredes”, que conseguiam delimitar bem o seu escopo de atuação e seu território como forma de evitar conflitos e interferências.

Na NeoEmpresa, contudo, será necessária a postura inversa, a de “construtores de pontes”: líderes sinérgicos, agregadores, que consigam integrar os membros de sua equipe, as diversas equipes da sua empresa e construir pontes com Clientes, Parceiros, Distribuidores, Fornecedores e Comunidades, entre outros.

Fonte: livro “A NeoEmpresa – O futuro da sua carreira e dos negócios no mundo em reconfiguração”, de César Souza – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Saiba mais sobre o livro!


%d blogueiros gostam disto: