Líderes inspiradores, novas concepções

abril 2, 2012

Quando queremos fazer alguma coisa nova, temos que “esquecer” as coisas antigas que já não servem mais, sepultar algumas ideias mortas.

Falo em 5 mitos, principais, que estão em torno do líder atual e que devem ser sepultados. São eles:

Veja a explicação de cada um desses mitos no vídeo abaixo.

http://neoempresa.com.br/video3.php

 

Fonte: Livro “A NeoEmpresa – O Futuro da sua carreira e dos negócios no mundo em reconfiguração”, de César Souza

Anúncios

Buscadores de sensação

dezembro 2, 2011

Quando caímos na armadilha de fazer com que a origem do amor e da felicidade esteja nas coisas externas, materiais e físicas, começamos a ficar dependentes das sensações por elas produzidas. Tornamo-nos “buscadores de sensações”. Isso tudo nasce da primeira “identificação equivocada”, do primeiro apego, da primeira dependência, todos ligados ao corpo físico. Nosso senso de identidade torna-se físico. Essa identidade passa a estender-se a todos os rótulos que damos ao corpo (tamanho, gênero, traços físicos). A partir daí, a todos os rótulos que damos às coisas com as quais nos relacionamos por meio do corpo (posição social, salários, posses). Parece, então, que a única maneira de “sentir” tais “estímulos” – que confundimos com o amor e a felicidade – é por meio das sensações físicas. O amor e a felicidade são, assim, equivocadamente considerados possíveis apenas por meio das sensações e dos estímulos físicos.

A solução não é novidade. Ela tampouco é velha. É bem antiga. Chama-se “autorrealização”, que significa tomar consciência de sua verdadeira identidade e de sua verdadeira natureza. Conhecer o próprio self e a própria natureza é conhecer o self como o espaço da paz, como fonte de amor e como o espaço a partir do qual surge a felicidade em sua vida.

Por isso, o ditado: “Aquele que busca é o que é buscado”. Há duas formas de chegar à consciência de quem e do que você realmente é e, assim, restabelecer a conexão com o coração, onde o verdadeiro amor e a felicidade autêntica têm residência fixa.

Fonte: Trecho do Livro “Os 7 Mitos sobre o amor”, de Mike George – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.


O que o amor não é!

novembro 16, 2011

Essas quatro confusões elementares a respeito do amor são assimiladas bastante cedo, na vida. São inocentemente transmitidas de uma geração para outra, fortalecidas e amplificadas por Hollywood, de modo particular, e pelo marketing, de modo geral. São incorporadas à linguagem e à cultura e, no entanto, servem apenas para dar sustentação ao estresse dentro de nós mesmos, bem como ao conflito nos relacionamentos.

Fonte: Trecho do Livro “Os 7 mitos sobre o amor”, de Mike George – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Clique aqui para baixar o 1º capítulo do livro


Os 7 Mitos sobre o Amor…

outubro 7, 2011

 

 

Milhões de pessoas estão obcecadas por ele.

 

Milhares já morreram em seu nome.

 

Todos nós o buscamos. Muitos o encontrarão.

 

Um número menor de pessoas o viverá, de fato.

 

Tratase do AMOR!!

 

 

Num livro que NÃO pretende ser um “manual de relacionamentos”, tampouco um guia de como ser um “melhor amante”, Mike George nos conduz pela estrada em direção ao terreno mais elevado do espírito humano, abordando com clareza e numa linguagem simples temas como:

 

• como encontrar o “verdadeiro amor” na vida;

• como trazer a luz e a energia do amor para todos os seus relacionamentos;

• por que você não está ciente de que seu coração foi partido, bloqueado, congelado e envenenado;• por que é impossível alcançar a felicidade antes de descobrir a “verdade sobre o amor”;

• os segredos de como “sentir” o amor, em qualquer lugar e a qualquer momento.

 

Aparentemente nos tornamos obsessivos e ligeiramente confuses com o amor. Portanto, o que é o amor… de verdade? E onde, exatamente, ele está? É algo que surge naturalmente? Precisamos conquistá-lo? Ou ele simplesmente aparece? Podemos alimentar a expectative de ser amados? Ou isso não passa de uma sorte reservada a alguns poucos predestinados?

Devemos sentir o amor o tempo todo ou só eventualmente, durante algum pico emocional?

 

Neste livro, ao tomar consciência dos mitos que envolvem a experiência amorosa, você vai se preparar para viver a experiência do amor em toda a plenitude.

 

Somente ao compreender o AMOR, um sentimento infinito e indestrutível, você será capaz de ter a plena compreensão da vida. Somente ao conhecer o AMOR, um sentimento ilimitado e invisível, será capaz de descobrir o verdadeiro e enorme poder que você possui em seu coração.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Trecho do Livro “Os 7 mitos sobre o amor – Uma viagem da mente ao fundo da alma”, de Mike George – Integrare Editora

 

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

 

Clique aqui para baixar o 1º capítulo do livro!

 

 


Como desenvolver a prática se… estou sem tempo?

outubro 5, 2011

Estar “aqui”, estar centrado e observando a atividade circular do movimento da vida, que muda, sobe, desce, flui e reflui ao redor do self, sem se apegar ou se identificar, sem ser “sugado”, exige prática. Porém, é somente quando você realmente começa a praticar que a lacuna entre a teoria e a prática fica visível. Como sempre, teorizar é fácil; a prática é… desafiadora.

A seguir, apresentada de modo bastante resumido, vem a prática:

Enquanto estiver praticando, lembre-se de não alimentar nenhuma expectativa, não se comparar aos outros e nunca tentar repetir nenhuma “insperiência” que tiver.

Fonte: Trecho do Livro “Os 7 mitos sobre o amor – Uma viagem da mente ao fundo da alma”, de Mike George – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Clique aqui para baixar o 1º capítulo do livro! 

 

 


%d blogueiros gostam disto: