5 características fundamentais para ser um empreendedor de sucesso

setembro 22, 2017

Empreendedor de sucesso

Um estudo realizado nos Estados Unidos definiu cinco características básicas para um empresário obter sucesso em seu negócio. Vamos analisar um pouco cada uma delas:

 

  1. Alto grau de energia. São pessoas que têm comprometimento e habilidade para conseguir que as coisas sejam feitas; persistência para fazer as coisas até o final; energia física e mental, iniciativa, vigor e muita força de vontade para levar um projeto, ou um sonho, até o fim.
  2. Pensar como empreendedor. Para ter sucesso, o empresário deve inovar idéias e caminhos; pensar ou explorar soluções não-ortodoxas; fazer comparações inteligentes, tirando conclusões sobre elas e usar a razão em termos práticos, teóricos e abstratos.
  3. Talento no relacionamento com as pessoas. Envolve a vontade e a disposição da pessoa em trabalhar com outras pessoas, aceitar comentários, rir e sorrir de situações mesmo quando as coisas vão mal. Esta parece ser a principal característica, diz o estudo.
  4. Habilidade em comunicação. Envolve a habilidade de falar de forma clara, sem rodeios, sem rebuscamentos e a habilidade de ouvir e realmente, escutar as pessoas, absorver e entender o que elas dizem. Escrever de forma clara e concisa e ter a capacidade de transmitir confiança para as pessoas com quem se comunica.
  5. Conhecimento técnico. Curiosamente a última da lista. Envolve a capacidade do executivo em obter e trabalhar as informações sobre o que faz, o que vem acontecendo em seu campo de atuação, quais as mudanças prováveis, e preparar-se para elas. Isto, é claro, requer vontade, estudo e dedicação.

 

Gostaria que você tomasse um pouco do seu tempo para fazer uma autoanálise do seu perfil como empreendedor. Nenhuma empresa, nenhum negócio pode prosperar sem uma atitude empreendedora do empresário, diretores, gerentes, supervisores. Desenvolver as habilidade de um empreendedor é fator fundamental para o sucesso. Depois da autoanálise, sugiro que coloque em um papel quais das cinco características você precisa desenvolver. Depois escreva o que pretende fazer para desenvolvê-las. Dê um prazo para isso e defina os meios, a metodologia, as estratégias que você utilizará. Só assim, com muita VONTADE e DETERMINAÇÃO, o sucesso chegará. Como diziam os mais velhos, o único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é… no dicionário!

Fonte: Só não erra quem não faz! de Luiz Marins

Para ler o 1º capítulo do livro: clique aqui!

 

Anúncios

A diferença entre ser engraçado e ser inconveniente (por Max Gehringer)

julho 31, 2015

Toda empresa tem aquele sujeito que é o rei das tiradinhas. Ele não consegue resistir à tentação de transformar qualquer assunto em uma boa piada. Tem gente que até perde o emprego, mas jamais perde a piada. Os colegas às vezes riem, outras vezes acham que o humorista está sendo inconveniente, pois ele até conta a piada certa, mas na hora errada.

Já os chefes normalmente detestam o funcionário piadista, porque consideram que ele tira a atenção de quem precisa trabalhar com seriedade. E, só para menosprezar, dão ao coitado um apelido degradante — o palhaço da empresa.

Quando eu tinha 10 anos, eu era o palhaço da escola. Vivia dando minhas tiradinhas durante as aulas e, por causa disso, ficava constantemente de castigo. Meus pais foram chamados diversas vezes pelos professores e ouviram que, se eu continuasse a agir daquele jeito, seria um fracassado na vida, porque eu não levava nada a sério. Só que, uma vez por ano, a escola promovia uma festa no dia dos professores. E eu era o apresentador da festa. Vestido, só para variar, de palhaço. O palhaço Rapadura. E ali, no palco, eu repetia as mesmas piadas que contava na classe. Imitava os professores, a maneira como eles falavam e seus trejeitos. Só que, para minha surpresa, na festa, os professores riam e até aplaudiam. Mas, na aula seguinte, na primeira piada, eles me botavam novamente para fora da classe.

Representar o palhaço Rapadura foi uma lição que acabou sendo extremamente útil para minha vida profissional. Ser bem-humorado ajuda muito a quem quer chegar a um cargo de chefia. Desde que se saiba usar no momento certo o riso, o humor e, principalmente, a crítica irônica.

insta_31_07_Aprenda a ser chefe_Max Gehringer_Integrare_Edit

Fonte: livro “Aprenda a ser chefe: um manual de dicas e sugestões para chefes presentes e futuros”, de Max Gehringer. Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, Consulte o livro ou entre contato conosco.

Saiba mais sobre o livro!


Para ter coerência… (por Leila Navarro e José María Gasalla)

julho 1, 2015

Veja alguns itens essenciais para um líder ter coerência em suas atitudes do dia-a-dia

► Preste atenção no que diz de si mesmo e dos outros.

► Não diga de si mesmo e dos outros o que não sabe.

► Não deixe que a conveniência paute sua opinião de si e dos outros.

► Se quiser pregar um modelo de conduta, não deixe de segui‑lo.

► Não deixe que seu discurso seja mais maravilhoso que suas ações.

► Dê o exemplo de disposição.

► Não busque regalias em função de seu cargo: não gaste mais do que o estipulado em viagens; não pise na área que está sendo higienizada pelo pessoal da limpeza.

► Não abandone uma boa ideia por conta da conveniência ou do medo.

► Perceba que, quanto mais graduado o executivo, mais repercutem seus deslizes. Viram exemplos inversos.

► Saiba que para ganhar confiança é preciso tê‑la nos outros.

► Lembre‑se de que “nada muda se você não mudar”.

insta_01_07_confiança_Leila Navarro_José Maria Gasalla_Integrare_Edit

 

 

Fonte: livro “Confiança, o diferencial do líder: a formidável e intrigante história de um desafio de gestão”, de Leila Navarro e José María Gasalla – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!


Atitudes fazem a diferença para ser um líder 5 estrelas! (por César Souza)

junho 10, 2015

Duas atitudes que distinguem os “líderes 5 estrelas”:

A primeira delas é que esses líderes aprenderam a ser líderes 24 horas por dia em todas as dimensões da vida. Exercem a liderança de forma coerente no escritório, em casa, na escola, na comunidade. Entendem que a liderança não ocorre apenas quando estamos no trabalho. Por que salientar essa atitude? Por que, infelizmente, a maioria exerce o papel de líder apenas quando está no seu ambiente formal e se comporta de modo completamente diferente – às vezes, até antagônico – em outras circunstâncias da vida; estes são os “líderes meia-boca”, que defendem certos valores quando estão com o crachá da organização, mas têm outras atitudes quando estão em casa ou em situações do cotidiano.

A segunda atitude é que os líderes 5 estrelas, antes de pretender liderar os outros, aprenderam a liderar a si mesmos. Essa é uma das competências mais fundamentais para ter sucesso no futuro. Sabem que, ao liderar, desafiam as pessoas a mudar seus hábitos, posturas, atitudes, comportamentos, modos de pensar. Enfim, a modificar a forma de encarar a vida. Esses líderes verdadeiros entendem que a mudança começa dentro de cada um de nós. Sabem que liderança não é uma questão técnica, mas de atitudes e posturas. Atitudes perante outros, mas também perante si mesmo. Isso implica liderar as emoções, os ímpetos e as deficiências, e saber suplementá-los com pessoas de sua equipe ou com parceiros na vida pessoal. Isso exige elevada dose de autoconhecimento.

E você? Quais desses pontos já pratica e não são segredo para você? Quais aqueles que precisa praticar mais para ser um líder melhor? Evite atuar no novo jogo da liderança usando a velha forma de pensar que o conduz sempre aos mesmos lugares.

insta_10_06_PELHA_Cesar Souza_Integrare_Edit

 

Fonte: livro “Pensamento estratégico para líderes de hoje e amanhã.”, Vários Autores – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!


A importância de se fazer aquilo o que se diz. (por Ken O’Donnell)

abril 1, 2015

Certa vez, uma mulher muito pobre da Índia tinha um filho de 5 anos que era diabético e, portanto, proibido de consumir açúcar. Como ele não conseguia ou não queria parar de comer doces, ela disse ao marido que levaria o filho a Delhi para ver Gandhi. Ela partiu e, depois de andar muito, pegar trens, implorar por caronas e ainda ter de esperar em uma longa fila, finalmente chegou até ele. Explicou-lhe sua história. Gandhi fez um sinal com a cabeça e disse a ela que voltasse em dois meses com o garoto.

Dois meses mais tarde, após outra exaustiva jornada, ele finalmente chegaram a Gandhi. Ele pediu à mulher que deixasse o garoto com ele por meia hora. Quando ela voltou, o garoto estava sentado no joelho de Gandhi, com os olhos arregalados. “Ele não comer açúcar novamente”, disse Gandhi. “Mas, Mahatma, por que você não me falou o que acabou de dizer a ele? Por que precisei voltar depois de dois meses?”, perguntou a mulher.

Gandhi respondeu que ele não podia dizer à criança para parar de comer açúcar já que ele mesmo não estava preparado para fazer isso. Naqueles dois meses, o próprio Gandhi não ingerira nada que tivesse açúcar.

Fazer o que se diz é uma das qualidades que um líder deve ter.

INSTA_01_04_2015_O espirito do lider_Ken Odonell_Integrare_Edit

Fonte: livro O espírito do líder : lições para tempos turbulentos, volume 1”, de Ken O’Donnell – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!


Um mito em relação a liderança: Um líder tem que ser carismático (por Cesar Souza)

março 18, 2015

Liderança não é sinônimo de carisma, nem de falar bem, muito menos de extroversão e simpatia. São crenças improcedentes. Se uma pessoa tem carisma, ótimo, isso facilita o exercício da liderança. Mas, se não tem, não está impedida de liderar. O carisma pode até alavancar o líder, mas não substitui outras formas necessárias. O líder eficaz precisa ter conteúdo. Afinal de contas, “saco vazio não para em pé por muito tempo”. Pois é, líder vazio, só cheio de carisma, tem um prazo de validade limitado.

Lembro‑me dos inúmeros lideres competentes, nos quatro continentes, cujo grau de carisma não é muito elevado. Mas isso não os impediu de exercer a liderança de forma eficaz. Até pessoas tímidas podem ser lideres eficazes quando sabem construir com suas equipes o rumo a seguir, têm coragem para tomar decisões difíceis e cercam-se de profissionais que os complementam, inclusive para compensar seu baixo nível de carisma quando as circunstâncias exigem. Ah, quanta gente perde a chance de exercer liderança porque se julga tímida e pouco carismática… Precisamos fugir dessa armadilha mental!

INSTA_18_03_2015_A Neoempresa_Cesar Souza_Integrare_Edit

Fonte: livro “A NeoEmpresa – o futuro da sua carreira e dos negócios no mundo em reconfiguração”, de César Souza – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!


Premissas essenciais da liderança (por Waleska Farias)

dezembro 3, 2014
  1. Gostar de gente

Quando me perguntam se existe alguma característica ou habilidade essencial para se assumir um cargo de liderança, respondo de imediato: gostar de gente. Pessoas – este é o grande diferencial. Quando o interesse do líder pelas pessoas é genuíno, ele as respeita, se envolve com elas e espera delas sempre o melhor. E ao permitir-se esse nível de envolvimento, está voluntariamente fazendo com que elas se desenvolvam e cresçam com o objetivo de sempre se superar.

 

  1. Promover objetivos colaborativos

Estamos, enfim, ingressando na era do ser. Um tempo marcado pela cooperação, em que o ser ocupa seu próprio lugar. Observando a evolução das interfaces humanas nas relações de trabalho é possível reconhecer a importância das proposições colaborativas para que as trocas em grupo estabeleçam o real sentido da construção dos resultados por meio de iniciativas conjuntas.

 

  1. Construir alianças

No contexto da construção de aliança as responsabilidades devem ser compartilhadas. Quando me comprometi com a indicação de alguém para compor o quadro funcional da empresa do meu cliente me tornei corresponsável. Nos trabalhos em parceria, em que construímos um vínculo de confiança, méritos e riscos devem ser compartilhados. Unir-se ao outro faz parte do processo, afinal, trata-se de uma aliança.

Post_FB_03_12_lider_integral

 

Fonte: livro “O líder integral – Porque o bom ser humano precede o bom líder”, de Waleska Farias – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!


%d blogueiros gostam disto: