Não, o dinheiro não compra felicidade! Por Eduardo Almeida

maio 29, 2014

Não, o dinheiro não compra a felicidade: o dinheiro só é capaz de comprar prazeres. Por sua vez, esses prazeres, quando não estão pautados em um profundo senso de significado, mostram‑se vazios e até opressivos.

é impressionante, pois somos a primeira geração, na história da humanidade, a vivenciar tantos benefícios associados à evolução da ciência, que propiciou a melhoria da saúde, a disponibilidade de alimentos em larga escala, a facilidade dos meios de comunicação e transporte. Então, o que me choca é não poder afirmar com convicção que essas “externalidades” se converteram igualmente em paz de espírito, e em uma melhor relação de qualidade e significado para nossas vidas e aquilo que realizamos.

O mercado multimilionário associado a antidepressivos, ansiolíticos, bebidas “estimulantes”, drogas, entre outros, nos faz perceber que Bauman tem razão, pois a “alma da sociedade” anda, de fato, inquieta.

 

Post_FB_29_05_lancamento_nos_caminhos_da_vitoria

 

Fonte: livro “No caminho da vitória – As mais belas e importantes lições das artes marciais para o trabalho e a vida”, de Eduardo. Integrare Editora

 

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

 

Saiba mais sobre o livro!

 

 

Anúncios

Sem sabedoria continuaremos a coexistir com ambientes de trabalho opressores e mecanicistas, continuaremos incapazes de encontrar felicidade no que realizamos e com as pessoas que coexistimos. Por Eduardo Almeida

maio 22, 2014

O mundo e as relações sociais que hoje desenvolvemos, incluindo o universo do trabalho, demandam um profissional que seja muito mais do que um “especialista” repleto de certezas.

 

O que buscamos é uma mudança qualitativa nessas relações, em que mais do que o que voc. sabe (conhecimento), seu valor esteja em sua capacidade de aplicar com coerência, bom‑senso e significado esse conhecimento, habilidade a qual denomino de sabedoria.

 

Sem sabedoria continuaremos a coexistir com ambientes de trabalho opressores e mecanicistas, prosseguiremos destruindo nosso ecossistema em troca de lucros rápidos e, principalmente, continuaremos incapazes de encontrar felicidade no que realizamos e com as pessoas que coexistimos.

 

Post_FB_22_05_lancamento_nos_caminhos_da_vitoria

 

Fonte: livro “No caminho da vitória – As mais belas e importantes lições das artes marciais para o trabalho e a vida”, de Eduardo. Integrare Editora

 

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Saiba mais sobre o livro!

 


Lançamento: No caminho da vitória – As mais belas e importantes lições das artes marciais para o trabalho e a vida!

maio 15, 2014

Eduardo Almeida é publicitário, palestrante, especialista em treinamentos corporativos e mestre em artes marciais. Em seu livro “No Caminho da Vitória”, oferece novos pensamentos sobre como enfrentar esse imenso tatame que é o mundo corporativo. Ao mesmo tempo que preserva as raízes filosóficas das artes marciais, as aplica de uma forma contemporânea aos desafios do século XXI.

 

Faz isso de forma clara e cativante, harmonizando os antigos ensinamentos orientais com a realidade e os desafios de nosso tempo. Explica que todos nós enfrentamos batalhas, e que a luta, na grande maioria das vezes não é travada com força física ou violência, mas sim, num combate interno de desafios, estratégias e superação. A obra é dividida em duas partes: “Por que Lutar” e “Como Lutar”, onde enumera e expõe 11 princípios que oferecem os elementos para a vitória do Guerreiro Moderno nos diversos papéis de sua vida, bem como nos estudos, trabalho e aprimoramento pessoal.

 

Capa Face_No caminho da vitória

 

Fonte: livro “No caminho da vitória – As mais belas e importantes lições das artes marciais para o trabalho e a vida”, de Eduardo. Integrare Editora

 

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

 

Saiba mais sobre o livro!


%d blogueiros gostam disto: