Ideias geniais (por David Jones)

março 11, 2015

O novo mundo para a marca social está repleto de possibilidades interessantes, assim como desafios. O marketing sofreu grandes mudanças, influenciado por muitos fatores – desde o poder cada vez maior do consumidor até o desaparecimento dos limites geográficos, a perda de controle e a necessidade de se expor muito mais.

Inúmeros fatores representam grandes mudanças para a marca social de hoje. No entanto, uma coisa que não mudou é o poder e a necessidade de ideias geniais. Uma das principais funções do marketing sempre foi e continuará sendo a geração de ideias poderosas, que cativam os consumidores. Abrangendo desde os bebês de patins da Evian até a campanha “Refresh” da Pepsi, da Domino’s Pizza ao Gatorade, da promoção de tweet da Uniqlo à marcação dos móveis da Ikea – a criatividade social impulsiona a marca social. E os profissionais de marketing que entenderem e alavancarem esse poder terão êxito, independentemente dos novos canais e desafios que possam surgir.

INSTA_11_03_2015_Empresas que cuidam_David Jones_Integrare_Edit

Fonte: livro “Empresas que cuidam prosperam: por que negócios que praticam o bem são os melhores negócios”, de David Jones – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!

Anúncios

A mente criativa e os devaneios

agosto 24, 2011

Onde você está fisicamente quando acontecem as explosões de ideias criativas?

Quando encontra as soluções que procurava para seus problemas? Quando tem aqueles repentinos lampejos de memória? Anote-os.

Dentre as respostas mais comuns estão:

sozinho, em meio à natureza;

enquanto caminha ou corre longas distâncias;

na cama;

deitado na praia;

na banheira ou no chuveiro;

em voos longos ou durante viagens.

A razão para que esses episódios criativos ocorram em tais cenários é que nossas mentes estão relaxadas, estão física ou conceitualmente em solidão.

Esses ambientes encorajam as ideias criativas. Divagar, então, que já foi visto como algo ruim, como um comportamento negativo, especialmente em sala de aula – ou seja, indesejável academicamente –, agora é visto como um comportamento fundamental e um magnífico exercício criativo. Seus devaneios diários poderiam lhe dar um Oscar se você pudesse concretizá-los!

Fonte: Trecho do livro “Use Sua Mente – Como desenvolver o poder do seu cérebro”, de Tony Buzan – Integrare Editora

 Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

 Clique aqui para baixar o 1º capítulo do livro!


%d blogueiros gostam disto: