Seja bem-humorado!

novembro 23, 2012

O bom humor pode salvar sua vida, sabia? É verdade! Hoje a ciência estuda a influência do bom humor, da alegria e da afetividade na vida das pessoas, principalmente no que diz respeito à saúde e à qualidade de vida. O bom humor também tem sido avaliado na prevenção de patologias e na recuperação mais rápida de doenças graves, como o câncer.             Felizmente, nos dias atuais, não há nenhuma dúvida de que o estresse físico ou mental esteja diretamente relacionado à saúde. Os efeitos do humor sobre a saúde são muito evidentes, e você não faz ideia de quanto é saudável uma risada verdadeira.

Pessoas compulsivas, maníacas por trabalho, agitadas, que não sabem delegar responsabilidades, não fazem questão de férias e sempre negam a depressão ou as emoções estão mais predispostas ao infarto do miocárdio.

As características dessas pessoas são:

 

« competitividade;

« desejo incontrolável de subir até o topo;

« necessidade de reconhecimento eterno;

« hábito de fazer várias coisas ao mesmo tempo;

« ausência de relaxamento;

« preocupação com o estado físico e mental;

« insatisfação frequente;

« grau de ambição exagerado.

 

O estresse acelera muito o processo de envelhecimento. Tenho observado que pessoas que vivem em ambientes extremamente competitivos, com grau elevado de insegurança e violência, aparentam idade superior à idade real. Como viajo muito, não poderia deixar de observar o modo de vida de cada país e suas variações quando visito as cidades pequenas próximas às capitais, mas com estilo próprio e tão diferente de viver.

 

 

Fonte: livro “Beleza Sustentável – Como pensar, agir e permanecer Jovem” de Dra. Carla Góes – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Saiba mais sobre o livro!

Anúncios

Seja bem-humorado

março 16, 2012

O bom humor pode salvar sua vida, sabia? É verdade! Hoje a ciência estuda a influência do bom humor, da alegria e da afetividade na vida das pessoas, principalmente no que diz respeito à saúde e à qualidade de vida. O bom humor também tem sido avaliado na prevenção de patologias e na recuperação mais rápida de doenças graves, como o câncer. Felizmente, nos dias atuais, não há nenhuma dúvida de que o estresse físico ou mental esteja diretamente relacionado à saúde. Os efeitos do humor sobre a saúde são muito evidentes, e você não faz idéia de quanto é saudável uma risada verdadeira.

Pessoas compulsivas, maníacas por trabalho, agitadas, que não sabem delegar responsabilidades, não fazem questão de férias e sempre negam a depressão ou as emoções estão mais predispostas ao infarto do miocárdio.

O estresse acelera muito o processo de envelhecimento. Tenho observado que pessoas que vivem em ambientes extremamente competitivos, com grau elevado de insegurança e violência, aparentam idade superior à idade real. Como viajo muito, não poderia deixar de observar o modo de vida de cada país e suas variações quando visito as cidades pequenas próximas às capitais, mas com estilo próprio e tão diferente de viver. Sempre que vou à Bahia, digo a mesma coisa a alguns amigos: “Vocês são conservados no sal grosso!”.

Essas pessoas, além de viverem em um lugar paradisíaco, aprenderam a lidar com suas ambições e vivem muito próximas de uma fonte regeneradora, que é a natureza e o mar.

 

 

 

Fonte: trecho do livro “Beleza Sustentável – Como Pensar, Agir e Permanecer JOVEM”, Dra. Carla Góes Souza Pérez  – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Clique aqui para baixar o 1º capítulo do livro!

 


Estratégias para ser feliz?

maio 20, 2011

A maioria das pessoas se coloca à espera de uma boa razão para ser feliz; só então elas optam por ficar contentes. Na verdade, é possível criar um estado de felicidade a qualquer momento que desejar.

No entanto, ser feliz pelo simples prazer da felicidade requer algumas estratégias. Esta seção tem o intuito de apresentar alguns passos iniciais. Não fique analisando estas perguntas. Apenas responda sim ou não.

Imagino que tenha respondido sim à maioria das questões. Essas perguntas simples têm a mera intenção de fazê-lo começar a pensar que você tem, de fato, a possibilidade de escolher. Tal escolha torna-se ainda mais clara no momento em que você dispõe das ferramentas adequadas.

Fonte: Trecho do livro “Mude – Como ajustar seu ponto de vista e tirar o melhor de todas as situações, de Michael Heppell – Integrare Editora”


%d blogueiros gostam disto: