Dor de Cabeça – O que ela quer com você?

junho 14, 2013

Oscilamos de humor sempre. É uma característica universal de todo ser humano; se não há oscilação, o estado é doentio. Porém, as flutuações de humor têm de respeitar limites. Altos e baixos são fatores desencadeantes potentes da enxaqueca.

            A enxaqueca tem uma natureza bipolar; o próprio fato de estar com dor altera o humor, e a saída desse estado já o muda necessariamente. Mas é algo além disso. Ocorre, com uma certa frequência, na enxaqueca, uma oscilação do humor mais importante: o espectro bipolar.

            Antigamente conhecia-se o transtorno bipolar como grandes oscilações que alternavam da mania – com surtos desenfreados de compra, necessidade reduzida de sono, ego inflado, pressão por falar, exagero nas atitudes – para a depressão grave com tentativas de suicídio. Era conhecida como a psicose maníaco-depressiva. Mas os conceitos mudaram ao longo do tempo; ampliou-se o que se chamava de depressão bipolar, admitindo-se outras variações de menor grau e, atualmente, falamos no espectro bipolar. Achava-se que a depressão bipolar afetava apenas cerca de 1% da população, mas, quando a mesma população norte-americana da qual se extraiu esse número foi reavaliada pela US National Epidemiological Catchment Area, observou-se que o espectro bipolar afetava muito mais gente, 6,5% da população americana, o equivalente a 12 milhões de pessoas.

 

Imagem

 

Fonte: livro “Dor de Cabeça – O que ela quer com você?”, de Dr. Mario Peres. Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Saiba mais sobre o livro!

 

Anúncios

Mude para ter uma saúde perfeita

junho 10, 2013

Meu amigo Mark Tough, da Lifephorce, diz: “A dor de cabeça não é resultado do mau funcionamento da aspirina”. Ele tem razão. Hoje, pensamos do seguinte modo: “Não me sinto bem, então vou tomar algo para reparar esse mal”. A indústria farmacêutica ganha muito dinheiro com isso. Mas e se você mudasse, concentrando-se em não se “quebrar”?

 

Na próxima vez em que pressentir a aproximação de uma dor de cabeça, tente beber um copo de água antes de dirigir-se ao armário dos remédios. Se perceber que essa dor tem sido frequente, reduza drasticamente a quantidade de cafeína e aumente de modo significativo a quantidade de água.

Uma das descobertas mais brilhantes, capazes de “reparar” o corpo, se deu quando eu soube de um novo modo de tratar a indigestão. Eu tinha crises quase diárias e, na tentativa de tratar a dor, engolia todo tipo de cápsulas para indigestão. Fiz isso até o dia em que resolvi adotar a dieta mude e descobri o vinagre de maçã. É bem provável que você esteja pensando, como aconteceu comigo, que a última coisa que tomaria ao sofrer de indigestão seria vinagre de maçã.

Caso você esteja lendo esse trecho segue uma advertência: não sou médico, não tenho qualquer formação na área médica e minha teoria sobre o porquê dessas coisas funcionarem é mera especulação.

Porém, se você sofre de indigestão, refluxo, azia ou seja lá qual for o nome dado a esse mal, talvez queira experimentar isso. Quando tiver problemas com digestão, simplesmente beba uma colher de chá de vinagre de maçã orgânico; em segundos, o incômodo terá passado.

A teoria simples que uso para explicar o porquê de isso funcionar é que o corpo está tentando produzir uma quantidade extra de ácido para compensar tudo o que você usou para alimentá-lo nas horas anteriores. Assim que você bebe o vinagre de maçã, seu organismo diz: “O.k., já tenho ácido suficiente. Não preciso de mais”. Desde então, descobri que o velho vinagre de maçã tem ainda outros benefícios para a saúde, mas deixarei que você os pesquise por conta própria.

Pare de visualizar a si mesmo como uma pessoa frágil à medida que envelhece. Mude e imagine-se cada vez mais forte com o passar dos anos. Até mesmo algumas das mais simples ideias do estilo mude, como ajustar levemente o espelho retrovisor do carro – de modo a ter de sentar ereto para poder usá-lo e, assim, melhorar sua postura –, podem exigir explicações demais.

“Mudar em relação à saúde” é um capítulo com a intenção de inspirá-lo a agir, a fazer algumas coisas simples para ter uma vida completamente saudável. Um brinde à mudança em direção à saúde plena!

Se lhe pedissem para escolher entre saúde ou riqueza, qual você escolheria? A resposta no estilo mude é: você pode ter ambas!

É hora de…

 

Imagem

 

Fonte: livro “Mude! Como ajustar seu ponto de vista e tirar o melhor de todas as situações”, de Michael Heppell – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!


Dor de Cabeça – O que ela quer com você?

fevereiro 8, 2013

Oscilamos de humor sempre. É uma característica universal de todo ser humano; se não há oscilação, o estado é doentio. Porém, as flutuações de humor têm de respeitar limites. Altos e baixos são fatores desencadeantes potentes da enxaqueca.

            A enxaqueca tem uma natureza bipolar; o próprio fato de estar com dor altera o humor, e a saída desse estado já o muda necessariamente. Mas é algo além disso. Ocorre, com uma certa frequência, na enxaqueca, uma oscilação do humor mais importante: o espectro bipolar.

            Antigamente conhecia-se o transtorno bipolar como grandes oscilações que alternavam da mania – com surtos desenfreados de compra, necessidade reduzida de sono, ego inflado, pressão por falar, exagero nas atitudes – para a depressão grave com tentativas de suicídio. Era conhecida como a psicose maníaco-depressiva. Mas os conceitos mudaram ao longo do tempo; ampliou-se o que se chamava de depressão bipolar, admitindo-se outras variações de menor grau e, atualmente, falamos no espectro bipolar. Achava-se que a depressão bipolar afetava apenas cerca de 1% da população, mas, quando a mesma população norte-americana da qual se extraiu esse número foi reavaliada pela US National Epidemiological Catchment Area, observou-se que o espectro bipolar afetava muito mais gente, 6,5% da população americana, o equivalente a 12 milhões de pessoas.

 

Imagem

 

Fonte: livro “Dor de Cabeça – O que ela quer com você?”, de Dr. Mario Peres. Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Saiba mais sobre o livro!

 


Mude para ter uma saúde perfeita

fevereiro 4, 2013

Meu amigo Mark Tough, da Lifephorce, diz: “A dor de cabeça não é resultado do mau funcionamento da aspirina”. Ele tem razão. Hoje, pensamos do seguinte modo: “Não me sinto bem, então vou tomar algo para reparar esse mal”. A indústria farmacêutica ganha muito dinheiro com isso. Mas e se você mudasse, concentrando-se em não se “quebrar”?

 

Imagem

 

 

          Na próxima vez em que pressentir a aproximação de uma dor de cabeça, tente beber um copo de água antes de dirigir-se ao armário dos remédios. Se perceber que essa dor tem sido frequente, reduza drasticamente a quantidade de cafeína e aumente de modo significativo a quantidade de água.

          Uma das descobertas mais brilhantes, capazes de “reparar” o corpo, se deu quando eu soube de um novo modo de tratar a indigestão. Eu tinha crises quase diárias e, na tentativa de tratar a dor, engolia todo tipo de cápsulas para indigestão. Fiz isso até o dia em que resolvi adotar a dieta mude e descobri o vinagre de maçã. É bem provável que você esteja pensando, como aconteceu comigo, que a última coisa que tomaria ao sofrer de indigestão seria vinagre de maçã.

          Caso você esteja lendo esse trecho segue uma advertência: não sou médico, não tenho qualquer formação na área médica e minha teoria sobre o porquê dessas coisas funcionarem é mera especulação.

          Porém, se você sofre de indigestão, refluxo, azia ou seja lá qual for o nome dado a esse mal, talvez queira experimentar isso. Quando tiver problemas com digestão, simplesmente beba uma colher de chá de vinagre de maçã orgânico; em segundos, o incômodo terá passado.

          A teoria simples que uso para explicar o porquê de isso funcionar é que o corpo está tentando produzir uma quantidade extra de ácido para compensar tudo o que você usou para alimentá-lo nas horas anteriores. Assim que você bebe o vinagre de maçã, seu organismo diz: “O.k., já tenho ácido suficiente. Não preciso de mais”. Desde então, descobri que o velho vinagre de maçã tem ainda outros benefícios para a saúde, mas deixarei que você os pesquise por conta própria.

          Pare de visualizar a si mesmo como uma pessoa frágil à medida que envelhece. Mude e imagine-se cada vez mais forte com o passar dos anos. Até mesmo algumas das mais simples ideias do estilo mude, como ajustar levemente o espelho retrovisor do carro – de modo a ter de sentar ereto para poder usá-lo e, assim, melhorar sua postura –, podem exigir explicações demais.

          “Mudar em relação à saúde” é um capítulo com a intenção de inspirá-lo a agir, a fazer algumas coisas simples para ter uma vida completamente saudável. Um brinde à mudança em direção à saúde plena!

          Se lhe pedissem para escolher entre saúde ou riqueza, qual você escolheria? A resposta no estilo mude é: você pode ter ambas!

          É hora de…

 

Fonte: livro “Mude! Como ajustar seu ponto de vista e tirar o melhor de todas as situações”, de Michael Heppell – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!

 


Problemas de sono?

janeiro 18, 2012

Por que dormimos? O sono é um fenômeno misterioso, é como morrer e renascer diariamente. O sono é um evento biológico fundamental para os seres vivos. Viver sem dormir é incompatível com a vida. O organismo precisa de descanso, de reparo, e é durante a noite que isso ocorre.

O ser humano é um animal diurno, todas as nossas funções estão preparadas para atuar durante o dia e se apagam à noite. Vivemos em um ciclo dependente da luz do sol, do claro do dia e do escuro da noite, é o ciclo sono–vigília.

Na realidade, o sono não é um simples apagar de luzes; o cérebro continua funcionando, mas de um outro jeito, voltado para “resfriar” a engrenagem. Existem várias fases do sono, a mais famosa é o sono REM, do inglês Rapid Eye Movement. O sono tem ciclos de cinco fases: fases 1, 2, 3, 4 e REM. Acontece como uma escadinha, veja a figura a seguir, chamada “arquitetura do sono”.

Uma noite maldormida é uma grande desencadeadora de dor de cabeça, não só de enxaqueca mas de qualquer outro tipo de dor. Dormir mal causa dor, mas ter dor também faz com que durmamos mal. É uma via de mão dupla, um interfere no outro e os dois estão correlacionados, andam juntos. Se a dor é muito forte e frequente, pior é o sono e, quanto pior se dorme, mais grave é a dor de cabeça.

Mas não é só isso. Tanto a dor quanto a dificuldade de dormir podem ser oriundas de uma terceira causa, um outro fator que esteja desencadeando tanto a cefaléia quanto os problemas de sono. Por exemplo, tomar muito café ocasiona insônia (especialmente se for ingerido depois das 18h) e dor de cabeça. Da mesma forma, uma preocupação intensa tira o sono e dá dor de cabeça.

Fonte: trecho do livro “Dor de cabeça – o que ela quer com você?”, de Dr. Mario Peres – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.


%d blogueiros gostam disto: