Problemas de sono?

janeiro 18, 2012

Por que dormimos? O sono é um fenômeno misterioso, é como morrer e renascer diariamente. O sono é um evento biológico fundamental para os seres vivos. Viver sem dormir é incompatível com a vida. O organismo precisa de descanso, de reparo, e é durante a noite que isso ocorre.

O ser humano é um animal diurno, todas as nossas funções estão preparadas para atuar durante o dia e se apagam à noite. Vivemos em um ciclo dependente da luz do sol, do claro do dia e do escuro da noite, é o ciclo sono–vigília.

Na realidade, o sono não é um simples apagar de luzes; o cérebro continua funcionando, mas de um outro jeito, voltado para “resfriar” a engrenagem. Existem várias fases do sono, a mais famosa é o sono REM, do inglês Rapid Eye Movement. O sono tem ciclos de cinco fases: fases 1, 2, 3, 4 e REM. Acontece como uma escadinha, veja a figura a seguir, chamada “arquitetura do sono”.

Uma noite maldormida é uma grande desencadeadora de dor de cabeça, não só de enxaqueca mas de qualquer outro tipo de dor. Dormir mal causa dor, mas ter dor também faz com que durmamos mal. É uma via de mão dupla, um interfere no outro e os dois estão correlacionados, andam juntos. Se a dor é muito forte e frequente, pior é o sono e, quanto pior se dorme, mais grave é a dor de cabeça.

Mas não é só isso. Tanto a dor quanto a dificuldade de dormir podem ser oriundas de uma terceira causa, um outro fator que esteja desencadeando tanto a cefaléia quanto os problemas de sono. Por exemplo, tomar muito café ocasiona insônia (especialmente se for ingerido depois das 18h) e dor de cabeça. Da mesma forma, uma preocupação intensa tira o sono e dá dor de cabeça.

Fonte: trecho do livro “Dor de cabeça – o que ela quer com você?”, de Dr. Mario Peres – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Anúncios

Levante a cabeça! Como?

março 25, 2011

A fuinha não é animal adorável? Ela se senta com a cabeça levantada, em busca de uma oportunidade para caçar, mantendo-se atenta aos predadores. A fuinha sobrevive porque parte para a ação.

Muitas pessoas andam com a cabeça baixa e mais tarde se queixam por perder uma oportunidade. Ao adotar a abordagem “cabeça erguida”, característica da fuinha, você conseguirá identificar uma variedade de oportunidades de sucesso.

O melhor disso tudo é: ao buscar oportunidades, com a mente aberta, uma oportunidade encontrada leva à outra. Assim, tudo fica mais fácil.

Talvez tenham lhe dito que as pessoas bem-sucedidas são obstinadas. Discordo. A maioria das pessoas bem-sucedidas que conheço está aberta a diferentes pontos de vista e opiniões. Conscientemente ou não, elas usam uma técnica chamada “reconfiguração”. Isso quer dizer que são capazes de olhar para as coisas sob diferentes perspectivas.

Fonte: “MUDE! Como ajustar seu ponto de vista e tirar o melhor de todas as situações”, de Michael Heppell – Integrare Editora


%d blogueiros gostam disto: