Cada dia é um novo dia. (por Içami Tiba)

Cada dia é um novo dia, porque mesmo sendo outro dia, mesmo se fizermos igualzinho ao que foi feito ontem, passa a ser simplesmente um dia novo. Não modificando nada, não crescemos nada e não damos um passo nessa longa caminhada. Avaliando o hoje como o ontem, não existem diferenças entre ontem e hoje. É vivermos do passado. Isso é muito comum na avaliação dos filhos.

 

A cada desobediência que a criança comete, é preciso investigar o motivo. E não simplesmente rotulá-la de desobediente, jogando a avaliação de ontem sobre a atitude de hoje. Assim se criam famas e todos se encarregam de deitá-las na cama. Talvez a desobediência de hoje represente a possibilidade de reavaliar o sistema educativo aplicado há tanto tempo. Quando se reage pela fama, não se questiona o sistema. E os pais podem, do alto de sua tribuna de juízes, condenar o filho à mesmice. E mesmice é símbolo de rotina e infelicidade.

 

Desta mesma tribuna, os pais podem supervalorizar as mínimas atitudes, sem criticar outros comportamentos inadequados, e corromper os critérios da adequação e justiça. Pode ser até que isso satisfaça os filhos momentaneamente. Porém, há o perigo de trazer infelicidade, pois o mundo não funcionará como os pais fizeram crer. A fama que se cria pela crítica e a supervalorização das pequenas coisas distorcem a percepção da própria personalidade.

 

insta_21_12_Seja feliz meu filho_IT_Integrare_Edit

 

 

Fonte: livro “Seja feliz, meu filho”, de Içami Tiba – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!

 

 

 

 

Kit site QAE

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: