Casal: parceria e companheirismo. (por Eugenio Mussak)

Em um casamento, considero que haja três possibilidades de parceria. A primeira é quando o casal tem um projeto comum; a segunda é quando um se engaja no projeto do outro; e a terceira é quando ambos têm seus projetos próprios, mas um colabora com o projeto do outro. É mais fácil verificar isso no âmbito das carreiras, então, vejamos.

Primeiro tipo de parceria: ter um projeto de carreira comum. Isso é maravilhoso, mas é o mais complicado, pois pressupõe mais contato, e, como consequência, maior superfície de atrito. Acontece com os casais que trabalham juntos, o que é mais comum do que se imagina. Vivemos uma época em que os bons empregos não estão caindo das árvores, o que leva as pessoas, especialmente as mais ambiciosas, a empreender seus próprios negócios. Em outras palavras, a criar seus próprios empregos. E, nesse caso, é comum o casal resolver trabalhar junto, dividindo as tarefas, as responsabilidades e os resultados. Luiz Felipe e Gisela são um bom exemplo disso. Eu os conheci há mais de uma década quando ainda estavam buscando consolidar sua empresa de cosméticos em Curitiba. Lembro de o Luiz Felipe ter‑me dito uma vez, com seu jeito brincalhão: “Fazemos tudo em par Trabalhamos, sonhamos, viajamos, estudamos, brigamos e até dormimos juntos”. Hoje sua empresa tem sucesso nacional, e eles continuam fazendo tudo juntos.

Segundo tipo de parceria: engajar‑se no projeto do outro. Acaba tendo um efeito parecido com o do primeiro tipo, pois o projeto que era de um pass a pertencer a ambos. Foi o caso de Yves e Pierre. O jovem Yves tinha recém-voltado a Paris, após servir o exército na guerra da independência da Argélia, e queria retomar a carreira de estilista que tinha começado anos antes na casa Christian Dior. Só que agora com seu próprio estilo e com seu nome, então criou a marca YSL, ou Yves Saint Laurent. A ideia, o nome, o talento eram seus, mas ele não teria chegado ao tapete vermelho da alta costura francesa e mundial se não tivesse contado com seu parceiro Pierre Bergé. Foi ele quem deu o apoio financeiro e a estrutura empresarial, foi responsável pela gestão, pela estratégia e pelo marketing. O projeto era de Yves, mas Pierre embarcou nele e o tornou possível. A relação afetiva entre ambos durou 15 anos, mas a parceria profissional durou 45, até a morte de Saint Laurent, em junho de 2008. A ele o mundo da moda deve a introdução do smoking feminino, que popularizou o uso das calças compridas para mulheres, e também foi YSL que deu à moda prêt‑à‑porter um caráter mais popular sem perder o glamour da alta costura.

Terceiro tipo de parceria: casais em que um apoia o projeto do outro.

Em uma sociedade competitiva, que se constrói pela força do conhecimento, não é incomum o marido e a mulher construírem carreiras brilhantes em áreas de atividades diferentes, mas igualmente exigentes em relação ao estudo e ao preparo. É o caso da Joyce e do Daniel. Ela, dentista conceituada, estudiosa, antenada, autora de um livro sobre odontologia geriátrica. Ele, executivo cobiçado pelas empresas de tecnologia, poliglota, conhece como poucos o mundo high-tech e dos negócios que resultam dele. Suas áreas profissionais são diferentes. Em comum, mesmo, só os gêmeos Pedro e Gustavo, e o projeto para mais um filho. Mas é bonito ver como um se interessa pela carreira do outro, como estimula, torce, sofre, se orgulha.

Parceiros são assim, estão juntos para dar força um ao outro, para compreender, para aconselhar, para abraçar, alegrar‑se, chorar junto. Como já disse, não é importante que ambos torçam pelo mesmo time, mas ambos têm de torcer.

Companheiros compartilham do mesmo pão e não importa se o pão é fresco, macio e abundante; ou se está endurecido, passado e escasso. Companheiros compartilham o que têm, o pão e os sonhos; o presente e o futuro.

insta_26_10_Preciso dizer o que sinto_Eugenio Mussak_Integrare_Edit

 

 

Fonte: livro “Preciso dizer o que sinto”, de Eugenio Mussak – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: