Preconceito, o veneno mortal dos relacionamentos (por Içami Tiba)

A educação relacional deveria partir do ponto de vista de que, perante a natureza, todos os seres humanos são iguais, e as diferenças existentes não se medem por superioridade ou inferioridade, mas sim por graus de desenvolvimento.

Palavras podem ser controladas muito mais facilmente que a comunicação extraverbal. Muitos preconceitos passam pela comunicação extraverbal. Assim, não importa qual o assunto, se é comida, religião, raça, profissão etc., passamos o que sentimos junto com o que falamos. Crianças que dizem não gostar de algo que desconhecem estão mostrando um preconceito. Ou seja, têm uma ideia preconcebida antes do contato.

Existem também preconceitos positivos, quando se valoriza algo antes do contato. Muitos jovens atribuem à maconha poderes que ela não tem, num preconceito positivo, enquanto muitos pais consideram o filho um viciado se ele tiver fumado maconha, num preconceito negativo. Assim, num campo já minado, os preconceitos bilaterais explodem o relacionamento entre pais e filhos.

Nada pior para um relacionamento saudável que o eu relacionar-se consigo próprio pensando estar se relacionando com o tu. Se o Eu tem um preconceito em relação ao Tu, mesmo estando na presença do Tu, o Eu vê somente o preconceito e deixa de descobrir o verdadeiro Tu.

insta_20_04_Adolescentes_Içami Tiba_Integrare_Edit

 

 

Fonte: livro “Adolescentes: Quem Ama, Educa!”, de Içami Tiba – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!

2013_03_coleções_site_Educação_midias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: