Pessoas não são coisas! Por Eugenio Mussak

setembro 24, 2014

Joga pedra na Geni!”

Esta uma das frases fortes de uma das melhores músicas do Chico Buarque, lá dos idos de 1977. Conta a história de uma cidade de gente má que um dia se vê ameaçada pelo comandante de um zepelim dourado cheio de canhões. O fim pode estar próximo. Mas há uma esperança. O feroz guerreiro se interessa por Geni, uma linda moça de grande coração e de vida devassa:

Quando vi nesta cidade / Tanto horror e iniquidade / Resolvi tudo explodir / Mas posso evitar o drama / Se aquela formosa dama / Esta noite me servir! ”

Mas, para surpresa de todos, Geni nega-se, pois ela tem lá seus caprichos. Cidadãos respeitáveis imploraram que ela os salvasse. O prefeito veio de joelhos, o bispo de olhos vermelhos e o banqueiro ofereceu um milhão. Todos a encheram de mimos e elogios:

Você pode nos salvar / Você vai nos redimir / Bendita Geni! ”

Ela, então, cede às súplicas de todos e entrega-se nauseada ao forasteiro que cheirava a brilho e a cobre. Quando ele, saciado, vai embora e ela pensa que finalmente vai descansar, ouve a cantoria daqueles que havia acabado de salvar, e que não viam nela mais nenhum valor:

Joga pedra na Geni / Joga bosta na Geni / Ela é boa de apanhar / Ela é boa de cuspir / Ela dá pra qualquer um / Maldita Geni! ”

Pois é, Chico Buarque, em uma de suas melhores fases, conseguiu, com sua poesia, desnudar a alma mais uma vez. Só que, desta feita, mostrou um lado sombrio, mesquinho e pequeno que carregamos em nós. Abordou aquela terrível mania de se conferir utilidade às pessoas e tratá-las de acordo com essa utilidade, e não em função de sua condição de ser humano. Ao lidarmos com uma pessoa apenas a partir do ponto de vista de sua utilidade, nós a estamos “coisificando”, tratando-a como uma coisa. E isso ocorre porque a sociedade em que vivemos é o império da eficácia e não o reinado do valor. Sim, pessoas descartadas são pessoas coisificadas.

Post_FB_24_09_com_gente_eh_diferente

 

Fonte: livro “Com gente é diferente – Inspirações para quem precisa fazer gestão de pessoas”, de Eugenio Mussak – Integrare Editora

Saiba mais sobre o livro!

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: