A meritocracia deve ser estimulada! Por Içami Tiba

Numa família, a meritocracia deve ser estimulada, pois essa é a realidade fora de casa. Nenhum profissional consegue vencer uma concorrência fazendo birras ou gritando. Portanto, pais que mantêm os privilégios do filho que não os merece estão na contramão da educação saudável. Premiar quem não merece desmerece quem tem mérito.

Diante de uma situação como essa, o primeiro pensamento que surge na mente dos filhos é que não vale a pena se empenhar para ter bom desempenho.

Um pai que age desse modo por não querer desagradar um dos filhos, ou pretendendo a equidade entre todos, acaba dando a quem não merece. A família sai prejudicada na sua Alta Performance. Não se premia uma promessa, mas sim uma realização.

Dois filhos adolescentes querem ir à mesma balada no aniversário de um amigo comum. Um merece ir, pois cumpre todos os seus deveres. O outro não merece ir, pois tira notas baixas e contesta tudo o que os pais determinam. O primeiro filho pode ir, o segundo, não. Mesmo que dê trabalho em casa, grite, esperneie, não pode ir.

Quem ganha sem merecer acaba acreditando que o mundo deve premiá-lo por nada fazer. Se o líder da equipe não tomar atitude, o restante da equipe vai deixar de se esforçar. Cai a performance familiar.

Imagem

Fonte: livro “Família de Alta Performance – Conceitos contemporâneos na Educação”, de Içami Tiba – Integrare Editora

 

Saiba mais sobre o livro!

Imagem

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: