Como anda a sua Performance?

Alta Performance é fazer e pensar o melhor possível.

Parece fácil conseguir pensar e fazer o melhor possível: pessoas esforçadas acreditam, em geral, que estão dando o melhor de si – e com isso acham que se encaixam no modelo. O conceito “o melhor possível”, no entanto, não é o que elas conhecem, mas o que, de fato, pode ser feito como o melhor possível.

Às vezes, “o melhor possível” de uma pessoa é ultrapassado por nova tecnologia, técnica ou expertise do mercado. Exemplo:o telefone celular. Alguém que não tenha o seu tem de parar tudo em que estiver envolvido para buscar um telefone fixo e fazer uma ligação. Mas, quem tiver o seu aparelho móvel, onde quer que haja sinal, pode estabelecer comunicação na hora. Poupou tempo e esforço, locomoção e energia.

 

Numa linha do tempo, antes do celular, o telefone fixo já era um grande invento: quem não o conhecia achava que o telegrama era o recurso de vanguarda; e, enquanto não havia telegrama, o “melhor possível” era uma carta. No ano 490 a.C., o soldado Pheidippides partiu de Maratona, na Grécia, para Atenas levando a notícia que os gregos venceram os persas. Correu 40 mil metros, entregou a mensagem, caiu e morreu de exaustão. Hoje, num clicar do mouse, sua mensagem seria passada em segundos para o todo o planeta.

Uma pessoa que não esteja afeita à excelência que se produz na área dela não está focada no “melhor possível”: ela precisa pesquisar, atualizar‑se, capacitar‑se para os recursos já existentes em seu presente. Essa observação serve para lembramos que há pessoas totalmente autocentradas – que acreditam que, se algo for o melhor para elas, então é bom para o mundo. Agem e pensam como se fossem o centro do Universo. Ocorre, todavia, que “o melhor possível” não reside no indivíduo, mas no relacionamento que ele estabelece com os outros e com o seu meio ambiente.

 

 

Fonte: livro “Pais e Educadores de Alta Performance”, de  Içami Tiba – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Clique aqui para baixar o 1º capítulo do livro!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: