Filho, não grite…

O que uma criança detesta é que gritem com ela, mesmo que ela grite com os outros. Quando um filho gritar com a mãe, esta deveria se retirar e ir para um lugar fora do alcance dos olhos e da voz dele. Quando ela voltar, deve perguntar ao filho “Por que a mamãe foi embora?”. Na resposta, espera-se que surja a responsabilidade dele. E então ela poderia acrescentar: “… e todas as vezes que você gritar, eu vou sair de perto de você”. Porque só dizer não basta.

 

Entretanto, é comum a mãe perder autoridade pelo desgaste da convivência e pela intimidade abusiva que se cria, além de ela temer ser dura demais e traumatizar a criança.

 

 

Fonte: trecho do livro “Família de Alta Performance”, de Içami Tiba – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Para saber mais sobre o livro, clique aqui!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: