Buscadores de sensação

Quando caímos na armadilha de fazer com que a origem do amor e da felicidade esteja nas coisas externas, materiais e físicas, começamos a ficar dependentes das sensações por elas produzidas. Tornamo-nos “buscadores de sensações”. Isso tudo nasce da primeira “identificação equivocada”, do primeiro apego, da primeira dependência, todos ligados ao corpo físico. Nosso senso de identidade torna-se físico. Essa identidade passa a estender-se a todos os rótulos que damos ao corpo (tamanho, gênero, traços físicos). A partir daí, a todos os rótulos que damos às coisas com as quais nos relacionamos por meio do corpo (posição social, salários, posses). Parece, então, que a única maneira de “sentir” tais “estímulos” – que confundimos com o amor e a felicidade – é por meio das sensações físicas. O amor e a felicidade são, assim, equivocadamente considerados possíveis apenas por meio das sensações e dos estímulos físicos.

A solução não é novidade. Ela tampouco é velha. É bem antiga. Chama-se “autorrealização”, que significa tomar consciência de sua verdadeira identidade e de sua verdadeira natureza. Conhecer o próprio self e a própria natureza é conhecer o self como o espaço da paz, como fonte de amor e como o espaço a partir do qual surge a felicidade em sua vida.

Por isso, o ditado: “Aquele que busca é o que é buscado”. Há duas formas de chegar à consciência de quem e do que você realmente é e, assim, restabelecer a conexão com o coração, onde o verdadeiro amor e a felicidade autêntica têm residência fixa.

Fonte: Trecho do Livro “Os 7 Mitos sobre o amor”, de Mike George – Integrare Editora

Para mais informações sobre o tema, consulte o livro ou entre contato conosco.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: