Ginecologia: o lado radiante da especialidade!

O ginecologista e obstetra lida muito mais com a sequência da vida do que com a morte, com a saúde do que com a doença, com o prazer do que com a dor. É uma especialidade poética e lírica, pois o universo feminino é bem mais interessante, misterioso e enigmático do que o masculino. Se aumentarmos a luz, o escuro vaginal e uterino desaparecerá. Lembrando Guimarães Rosa: “É aos poucos que o escuro se torna claro”.

Como médico de mulher, cuido de tudo o que se refere ao sexo feminino, eventualmente, até do seu companheiro e do relacionamento entre eles. O companheiro “vem junto” com o problema sexual, a escolha do anticoncepcional, o pré-natal, o aconselhamento genético, a infertilidade do casal, a menopausa, as doenças sexualmente transmissíveis (embora, muitas vezes, as mulheres prefiram esconder esse problema do parceiro).

O ilustre psicanalista Michael Balint diz que as pessoas adoecem por alguém, para alguém ou com alguém. Na maioria das vezes, o homem está na mente, no ovário, no útero e na vagina das pacientes. Nem chega a se apresentar, em carne e osso, na consulta.

Nós, homens e mulheres, somos seres gregários por contingência biológica, isto é, somos partes de uma sociedade cuja imaturidade neurológica dos primeiros anos de vida torna o bebê totalmente dependente de quem lhe dispensa cuidados.

No entanto, a prática clínica tem demonstrado que essa dependência é maior nas mulheres em função de seus relacionamentos: envolvimento emocional com os pais, seu corpo, seu parceiro, seus filhos e seu trabalho, tornando-as, portanto, especialmente vulneráveis. Quando cuidamos de alguém ou de alguma coisa, tornamo-nos um pouco parte desse alguém ou dessa coisa e, com isso, ficamos mais vulneráveis ao que acontece no relacionamento, e é sempre a mulher quem cuida mais do “humano”.

Fonte: “Mulher – Um projeto sem data de validade”, de Malcolm Montgomery – Integrare Editora

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: