Prisioneiro da própria família?

março 3, 2011

Quem é que nunca se sentiu prisioneiro, num momento ou em outro, no interior de sua própria família?

Quem nunca teve a impressão de ser anulado por uma realidade sobre a qual não tinha controle algum?

Diante de questões como essas, não somente a realidade que nos aprisiona, mas uma representação dessa realidade, representação essa construída ao longo dos anos e dos acontecimentos.

Assim, cada um de nós desempenha um papel no palco familiar. Entretanto, se conseguirmos mudar esse papel, talvez possamos transformar a peça inteira.

 Fonte: trecho do livro “Como sobreviver à própria família”, escrito por Mony Elkaïm

 


%d blogueiros gostam disto: