Ansiedade escolar

Lembro-me como se fosse ontem quando levei a minha filha para o jardim de infância pela primeira vez. Minha esposa e eu estávamos apreensivos pela ideia de deixar aquele pequeno ser humano ali durante duas horas e meia seguidas. Naquela manhã, nossa família foi a pé para a escola com grande solenidade, nossa filha Abeline usava um vestido novo com florzinhas. Quando chegamos, já havia uma dúzia de crianças na escola, a metade delas chorando e puxando a roupa dos pais, pedindo para que fossem embora. Após ter passado uma hora brincando com todos os brinquedos disponíveis, o momento fatídico da separação chegou. Demos um beijo de adeus e saímos às escondidas, mas não fomos longe. Olhamos para trás e vimos a cabeça com o cabelo loiro e crespo da nossa pequena Abeline batendo na janela. Voltamos e nos juntamos a um grupo alegre de crianças e pais cantando musiquinhas. Queríamos mostrar a Abeline o quanto ela podia se divertir e ficamos ali durante a manhã inteira e a manhã seguinte também.

           O primeiro dia de escola sempre causa um pouco de rebuliço; é uma forma de ansiedade gerada pela separação mais tardia, porém mais branda que o tipo de ansiedade gerada pela separação que ocorre aos 8 ou 9 anos meses. Algumas crianças sofrerão de ansiedade na primeira vez que forem levadas à escola; outras podem demorar mais.

           A melhor forma de levar Jimmy à escola é ficar durante alguns minutos e depois ir embora. A mensagem que envia quando vai embora confiante é que você aprova o lugar, aprova deixar Jimmy ali, independentemente de quão arrasada emocionalmente esteja se sentindo. Se tentar evitar a inquietação prolongando sua estada ou explicando demais o processo, despertará desconfiança e ansiedade em Jimmy. Quando voltar algumas horas depois, ele começará a entender que cada partida é seguida por um retorno. Ele também vai começar a se divertir na escola.

           Curiosamente, alguns jardins de infância pedem para que os pais fiquem com seus filhos nas primeiras sessões. A tentativa é de restringir o choro quando deixar o filho na escola; os professores não querem que todas as crianças fiquem histéricas ao mesmo tempo. Mas isso só torna a separação ainda mais difícil. Depois de três semanas, os pais ainda ficam sentados com seus filhos na escola durante a maior parte do tempo e saem às escondidas em um momento de desatenção, o que enerva Jimmy e aumenta seus temores.

          Você deveria apreciar esses momentos de ansiedade do seu filho ao se separar dele porque certamente eles não vão voltar mais, principalmente quando chegar o momento de levá-lo à faculdade.

 Fonte: trecho retirado do livro “The New Basics – O que você precisa saber para cuidar bem de seus filhos, de A a Z”, de Dr. Michel Cohen

 

            

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: