Os jovens não sabem onde fica o Brasil

Examinando um mapa-múndi, pediram a uma amostra de jovens que localizassem, geograficamente, o Brasil. Mesmo os que chegaram a cursar, em parte, o grau universitário não conseguiram dar uma resposta satisfatória à questão; os 50% que se saíram bem (sabiam que o País ficava na América do Sul) concentram-se em cindo estados e compõem minorias:

• 9% estão no Ceará;
• 14% no Pará;
• 23% em São Paulo;
• 24% em Brasília e,
• 29% no Rio Grande do Sul.

Eis aí uma amostra calamitosa do estado da arte do ensino formal praticado entre nós. A vítima, neste caso, foi a Geografia, mas poderia ter sido qualquer outra área do conhecimento, porque se há um consenso quase unânime entre os que discutem educação no Brasil, é exatamente o de que o sistema pedagógico em uso na rede escolar, tanto pública quanto particular, apresenta-se improdutivo, inoperante e inconsistente, entendendo-se a inconsistência como a impossibilidade de se estabelecer a integração entre o que se pretende e o que não se consegue ensinar, a ponto de levar o aluno a perder seu tempo, em vez de ganhar algum conhecimento.

Trecho do livro “Educação e Desenvolvimento no Brasil” – Paulo Nathanael Pereira de Souza

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: