Como a geração Y está reinventando o jeito de fazer negócios

A Geração Y surgiu no começo da década de 80 e está cada vez mais adentrando as gerências das empresas, e porque não os empreendedores do futuro. Fique por dentro desta geração:

>>>Domínio da tecnologia

“Eles conseguem facilmente na web informações sobre fornecedores, clientes e tendências de consumo”, diz Andrew Zacharakis, professor de empreendedorismo do Babson College, nos Estados Unidos. A trajetória de Breno Masi, 26, lhe dá razão. Junto com um amigo que conheceu na rede e a ajuda de comunidades virtuais, ele foi um dos primeiros do mundo a destravar o iPhone. Divulgou a proeza no YouTube e transformou o desbloqueio em um rentável negócio. Nas mãos desses novíssimos empresários, a tecnologia já se tornou uma poderosa – e barata – ferramenta na busca de clientes.

>>>Mais colaboração e menos hierarquia

“Por ter crescido no mundo online, os jovens são mais abertos a cooperar com os outros, a dividir e discutir ideias”, diz Reinier Evers, fundador da Trendwatching, empresa holandesa especializada na análise de tendências. Um estudo com quase 6 mil jovens de 12 países – Brasil incluído -, coordenado pelo americano Don Tapscott, autor do best-seller Wikinomics e do recém-lançado Grown up Digital (ainda sem versão em português) apontou outra característica desses jovens: forte rejeição à hierarquia das empresas, valorização da autonomia e qualidade de vida.

Inovação é ponto forte dos empreendedores Y. “Eles têm mais facilidade em quebrar paradigmas para conceber novos produtos, serviços ou processos”, avalia Raphael Zaremba, professor de empreendedorismo da PUC-RJ. O consultor Fernando Dolabela, que acaba de lançar Empreendedor Aprendiz, pensa parecido. “Eles não têm uma visão amarrada. São capazes de se perguntar: ‘Por que isso tem que ser assim?’”

>>>Capacidade de inovação

>>>Imediatismo

Eles buscam velocidade. Acostumados a conseguir o que desejam com um clique no mouse, fazem várias coisas ao mesmo tempo e não têm o hábito de esperar. Em recente pesquisa conduzida pela MTV, 20% dos jovens brasileiros admitiram ser impacientes. Tamanha pressa pode dar agilidade aos negócios – fator essencial para o sucesso num mundo que gira cada vez mais rápido. Mas, em excesso, o imediatismo também atrapalha. “Reflexão e estratégia pedem tempo”, alerta Mathieu Carenzo, diretor administrativo do Centro para Empreendededorismo da IESE Business School, da Espanha. “Eles têm dificuldade em entender que é preciso esperar para obter bons resultados”, afirma David Kallás, professor do Insper (novo nome do Ibmec São Paulo).

>>>Atuação global e em nichos específicos

A mais nova empreitada do estudante Bruno de Araujo, 21, ainda não saiu do papel. Ainda assim, ele planeja, logo que abrir a empresa, despachar guitarras para o mundo todo. “Para mim, tanto faz se o cliente está na esquina, nos Estados Unidos ou na China”, diz Bruno. Para empreendedores como ele, exportação não é privilégio de gente grande. “Graças às novas tecnologias, os jovens fazem negócios globais por definição”, afirma Evers, da Trendwatching. A mesma lógica impulsiona a abertura de empreendimentos focados em nichos específicos, sem mercado suficiente na vizinhança, mas com bom número de consumidores.

>>>Preocupação com a sustentabilidade

Possuem uma outra preocupação comum: o meio ambiente.

Fonte: Revista PEGN

Para ler na íntegra: http://www.blog.noticiaweb.info/como-a-geracao-y-esta-reinventando-o-jeito-de-fazer-negocios/)

Anúncios

One Response to Como a geração Y está reinventando o jeito de fazer negócios

  1. Gostaria de agradecer esse ping, muito obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: